terça-feira, 1 de dezembro de 2009

ENVELHECER - Uma estratégia da natureza




FELIZ AQUELE

A QUEM O TEMPO

NA PELE ESCULPE SEUS SULCOS

MARCAS DE TANTAS HISTÓRIAS

REGISTROS DE UMA VIDA


A QUALQUER ERRO OUTRORA COMETIDO

A VELHICE TRAZ-LHE A REMISSÃO

CICATRIZA-LHE AS FERIDAS

O OLHAR QUE A ELE SE VOLTA

ENTREGA-LHE HOJE O PERDÃO


A FACE QUE ANTES

DESPERTAVA CONDENAÇÃO

EXIBE A TOTAL FRAGILIDADE HUMANA

REVELA UMA ALMA PURA

DESPERTA HOJE A TERNURA

(Ivana Lucena)

6 comentários:

Nice Padilha disse...

Menina, muito lindo seu blog, amei. Vc tem uma sensibilidade fantástica. Bjokas

Ivana disse...

Gostei muito dessa poesia, ficou muito boa! XD

M.Pix disse...

Mesmo diante de tanta fragilidade muitos não consegue trata-los bem.Esquecem que quem cuidou a vida toda,quem deu o caráter que tem hoje foram eles,e os largam em asilos para que outros "cuidem",ou tem seus direitos infligidos.Um exemplo é o que acontece nos transportes coletivos,alguns motoristas arrancam enquanto um idoso sobe,outros não param.


Belíssimo poema,parabéns..

ReadBack disse...

Eu queria os olhos desse senhor,
(cheio de rugas...

e a voz melódica)
cantando histórias antigas...

(29 de julho de 2008)

elora disse...

Nossa que lindo, amei simplesmente amei !

Andréia B. Borba disse...

Que poema lindo querida!
Cheio de sensiblidade e delicadeza...
Quem dera todos percebessem o valor dos nossos idosos...
Bjs enormes!
Déia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...