sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

LEMBRANÇAS

Para Sempre
boca
tua e minha
úmido beijo
teu cheiro
desejo
teu e meu
travesseiro
imagens do acordar
na lentidão da madrugada
vontade sonolenta
de amar
e amar
Lembranças que não posso perder
Saudades que não quero mais ter
(Ivana Lucena)

6 comentários:

Jorge Guimarães disse...

Adorei, a ilustração em sintonia com o texto poético, sensualidade aflorada, no entanto pueril e singelo, parabéns , ivana, s[oi precisa voce seguir meu blog e comentar também, caso queira lógico, no mais , está no caminho certo.

Rafaela disse...

Intenso..

[Adorei..]

Ivana disse...

Eitxa q dona Ivana tava inspirada! Bem legal mesmo o jogo de palavras seguindo um ritmo e talz! Gostei dessa poesia tb! hehehe.

arissa disse...

Ai muito bonito esse poema! muito intenso, profundo verdadeiro.... dá pra sentir o amor exaurindo.... Parabéns!

elora disse...

Nossa, você parecia tão apaixonada quando fez isso. por quem ein mãe? kkkkkkk'
muito legal, gostei da poesia.

Anônimo disse...

Adorei o seu texto.
Para mim, soou como memória viva,
O passado transformado em presente
Trazendo para o agora
Os sentimentos e as sensações até então, ausentes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...