domingo, 28 de fevereiro de 2010

ELORA


Minha florzinha

Para sempre serás ?


Quisera eu que a vida

Nunca te despetalasse

Jamais te maltratasse

Ou te deixasse murchar


Pudera eu

Sempre te amparar

Mas deixar-te crescer

Desvendar os segredos

Aprender a viver

Conviver com os espinhos

Sem se ferir

Sem se machucar

Sem nunca sofrer


Quero que brilhes

Que sejas plena

Em cor e perfume

Te tornes um lume

Para os que se perdem

No grande jardim


E se algum dia cansares

Se sentires sozinha

Ou mesmo feliz

Encontres um tempinho

E venhas à mim.

(Ivana Lucena)

4 comentários:

elora disse...

OOOOOOOOOOOUWN, minha mãe linda e bela, você leu essa ai, quando acordei, adoro escutar você lendo, e expressando o que sente... eu me sinto bem ao te ver bem, me sinto muito feliz com tudo isso. te amo muuito, *--* e amei o texto.

Anônimo disse...

Essa poesia é Liiiiiiiinda *-*
Ivana eu sou sua fã ! Tathy :)

Anônimo disse...

que coisa mais liiiiiiiiiinda *-*'
concerteza , sou sua fãã :)

Renata ;)

arissa disse...

Ai liiiiiinda! deu até invejinha! rs!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...