sábado, 15 de maio de 2010

O DIABO EXISTE?



Existirá realmente o mal único, verdadeiro e eterno?


Se Deus é o criador e força maior do universo, como poderia uma criatura sua assumir tal poder de comando sobre a humanidade, anulando completamente a capacidade de intervenção divina sobre os seus atos?


Se cremos que assim aconteça, o nosso Deus certamente não tem tanto poder, ou do contrário, é um Deus que se recusa a tomar partido e ter caráter para agir de acordo com o que julga correto.


Um pai que deliberadamente deixasse seus filhos à mercê do mal, tendo condições de tomar uma atitude para impedir, não apresentaria sabedoria.


Pensando-se na possibilidade de realmente existir um ser espiritual vindo do mais alto nível de evolução, em contato e aprendizagem direta com o Criador, que de lá se perdeu a ponto de tomar para si os mais inferiores dos sentimentos questiona-se:

  1. Falhou Deus nos seus ensinamentos e orientações assim como falhamos as vezes na educação dos nossos filhos, dado os nossos limites?
  2. Seria Deus incompetente para reverter esta situação?
  3. Teria o criador lavado as mãos e decido ser apenas um espectador?
  4. O poder de Deus seria tão menor do que pensamos a ponto de não poder interferir no mal que está sendo empregado na sua criação?
  5. Seria o diabo tão poderoso quanto Deus a ponto de afrontá-lo sem temer represálias?
  6. Que motivo teria o diabo; satanás; coisa ruim; espírito eterno do mal; etc., para ter tanta convicção de que pode agir a vontade sem se preocupar com a punição pelos seus atos?
  7. Estaria Deus dando um tempo para só agir quando o estrago chegar ao limite máximo?
  8. 8. Onde está a sabedoria de permitir a desgraça dos seus filhos por intervenção de outros e não por consequencias dos seus próprios atos?


Para assumir que o diabo um dia já fez parte da convivência de Deus é necessário afirmar que a capacidade de ensinamento e orientação divina foi falha.


Parece mais plausivo crer que, se há realmente intervenções malignas no plano espiritual essas advem de seres mais inferiores que nós e que, assim sendo, estes, embora tenham desenvolvido um poder de manipulação, só poderiam agir em conformidade com a nossa permissão e a nossa fraqueza.


As vezes citamos a Bíblia para nos esentarmos em exprimir a nossa opinião própria a respeito das coisas.


Se Deus não quizesse que refletissemos teria nos dado um cérebro limitado, incapaz de analisar, investigar e criar hipóteses, de evoluir. Incapaz de realizar “milagres” e tantos outros poderes que ainda desconhecemos.


Esquecemos que, apesar de crer ser a Bíblia um conjunto de livros inspirados por Deus, foi escrita através da limitação humana e reescrita várias vêzes para idiomas diferentes , exposta a manipulação de uma igreja dominadora, além de apresentar muitos textos totalmente passíveis de interpretação individual que é apresentada por muitos lideres religiosos como “a verdade”.


Infelizmente, se deixarmos de crer na figura do diabo corremos o risco de ter que assumirmos a culpa de todo o mal que fazemos a nós mesmos e a toda a humanidade.

14 comentários:

thelma disse...

Muito inteligente esse texto e se pensarmos bem, faz muito sentido esse raciocínio. É mais cômodo apontar um culpado do que assumir os próprios erros.A maioria das pessoas age exatamente dessa forma, quando culpam Deus por alguma desgraça como uma enchente ou deslisamento de terra.Ou quando vêem alguém agindo com violência diz que está com o "diabo no corpo". Se paramos e refletirmos só um pouquinho percebemos que não é exatamente assim.
Thelma Farias

Anônimo disse...

"LI.Achei muito interessante"
(Yeda Reis)

Anônimo disse...

Se vocês lessem a bíblia saberiam a resposta. Agora, cabe a cada um acreditar ou não na Palavra de Deus (a palavra que foi, que é, e que sempre será a verdade). Nunca ouviram falar do livre arbítrio? E PARA A AUTORA: NÃO CONTESTE UMA COISA NA QUAL VOCÊ NÃO TEM CONHECIMENTO, E ALÉM DO MAIS, ESTA POSTAGEM FOGE DO CONTEÚDO "FOCO" DO BLOG. NEM "TEMA TRANSVERSAL" CARACTERIZA ESTA POSTAGEM.

Anônimo disse...

Muito bem escrito... Só não entendi onde queria chagar??? renegar a existência do diabo?
Pois é a Bíbli é u livro inspirado por Deus e por mais que tenha passado os anos, e tenha sido traduzida, creio que o mesmo Deus que a inspirou, na escrita original, capacitou outro para traduzila. Todavi, a Bíblia não é um livro comum, e até é, para aqueles que não creem em um Deus crador de todas as coisa, mas para os que o têem como Deus e Pai, ela é um "testamento", pois ela contém ensinamentos e VERDADES eternas, que podem trazer VIDa ou morte. a escolha é nossa, assim como foi de Lúcifer um dia. E por último, ele (o diabo) é um ilusionista, cria ciladas, mas nós é que decidimo cair nelas ou não.
Deus abençoe todos nós!

Voltrotz disse...

Mãe, mais uma vez você me orgulha com suas palavras, fico muito feliz por ser sua filha e ter tido de você uma criação capaz de me dar uma mente aberta para analisar as coisas com calma, e sempre respeitando os outro, apesar de muitas vezes não concordar com o que esta sendo dito.

Esse seu texto faz refletir nas pessoas a existência de algo, que muitas delas nem pensa, segue por respeito ou medo de pensar, como se isso fosse alguma afronta.

Para estes... leiam e estudem, pois como há na biblia.
"Conheçam a verdade e a verdade vos libertará", após Lutero, a biblia mudou de verdade incontestável para verdade interpretável, isso é bom e perigoso, cabe a você interpretar as mensagens como melhor lhe faz bem a vida.

Sabedoria e iluminação a todos!

Anônimo disse...

"ESTA POSTAGEM FOGE DO CONTEÚDO "FOCO" DO BLOG. NEM "TEMA TRANSVERSAL" CARACTERIZA ESTA POSTAGEM."

ahiuahuhuaia

O blog é seu pra saber o que foge ou não do conteúdo? kkkk

Vá estudar, antes de dizem quem não tem conhecimento aki ahuiahuhauia

Passe bem! (FAIL)

Anônimo disse...

muito bom..

Ana paula disse...

Muuuito bom o comentário.
Mais acho que o diabo só existe na vida de pessoas fracas, pois quando tempos a plena certeza do que queremos e somos, não conseguimos ser vencidos por esse ser. Acho que cada um recebe aquilo que merece através da suas escolha, não acho que Deus não seja capaz de controlar a situação, ele apenas nos mostra caminhos para serem seguidos, cabe a cada um escolher o que quer, afinal a vida é feita de escolhas. Beijo Beijo :* By: Ana Paula

Paul Law disse...

Olá, Ivana. Por indicação de sua filha, foi que acabei desembocando em seu blog. Notei que muita coisa interessante está sendo discutida aqui, parabéns! Sobre este último post, minha opinião é de que acreditar num mal é ter suporte para fazer o bem. O homem, por muitas vezes precisa ser impelido á alguma coisa e o mal faz este papel. O homem quer fugir da consequência.

Um forte abraço!

Ricardo -Krusty- Moreira disse...

Deus e o Diabo - o Bem e o Mal
Um não pode existir sem o outro... Para se crer em Deus é preciso crer também em uma força contrária...
Ter domínio sobre essa crença é vantajoso para muitos... E ter um ser a quem culpara por tudo o que existe de ruim é uma boa saída, para manter esse domínio e evitar a reflexão sobre o que é realmente o certo e o errado.

Tenilma disse...

amiga muito profundo seu texto, são questionamentos que os dias atuais nos força a fazer sem dúvida, dada tamanha desordem na cabeça e no coração das pessoas, mas acredito que a energia positiva e a energia negativa fazem parte de nosso ser desde sempre, com tanta verdade que por mais que tentamos nos esconder de nós mesmo, em algum momento em nossos atos nos deparamos com situações em que a energia negativa que lutamos em nega-la a nós mesmos, se apresenta a ponto de sentir-mos vergonha de nós mesmo, isso para mim é a maior confirmação que somos seres imperfeitos que se não nos vigiar-mos 24 hs do dia, em algum momento seremos alvo da energia negativa tamanho a desordem em nosso padrão vibratório, (energia positiva atrai energia posita, energia negativa atrai energia negativa) e com isso estamos totalmente exposto a seres inferiores que muitas vezes por desconhecimento, são reféns dos sentimentos como ódio, rancor, falta de perdão, prepotência, desamor e tantos outros sentimentos que consideramos negativos.
Outro dia em uma conversa um amigo me falou com muita convicção que ele era anjo e demônio, fiquei um pouco chocada de ouvir tal comentário e como ele lidava se forma normal com tal afirmação, mas no decorrer de sua explanação eu pude concordar e admitir que apesar de fugir-mos dessa afirmação ela é super real, só nos resta orar e vigiar para que nosso anjo sobresaia sempre ao nosso demônio.
Muitos beijos

Arissa disse...

Bem, axei mto intressante o texto apesar de discordar com alguns trechos... E como eu acredito q a essencia do tema do texto está no livre arbitrio, dou-me o direito de discordar, afinal todos os dias vemos, vimos e escutamos as mais absurdas coisas feitas por pessoas que certamente são flhos de alguém q que acredito eu em algum momento teve algum tipo de instrução e esses pais será que ñ desejaram e orintaram seus filhos para o bem?!?
Não acredito que Deus detenha apenas o poder que nós meros "mortais", temos para educar nossos filhos, mas acredito num Deus tão poderosos para nos dar o livre arbitrio (poder de decisão) nos orientar para o melhor mas aceitar se nossa decisão não for tal qual a que Ele sonhou para um filho seu. Afnal, ñ interessa ter todos sob seu cuidado, orientação e proteção à força...
Ele nos ama como um PAI tal como somos, apesar de ñ aceitar nem amar muitas de nossas atitudes...
E se Ele age assim com seus filhos, imagine com suas criaturas,pois a biblia fala q Lucifer era uma anjo de luz, portanto uma criatura de Deus....

Arissa disse...

Bem, axei mto intressante o texto apesar de discordar com alguns trechos... E como eu acredito q a essencia do tema do texto está no livre arbitrio, dou-me o direito de discordar, afinal todos os dias vemos, vimos e escutamos as mais absurdas coisas feitas por pessoas que certamente são flhos de alguém q que acredito eu em algum momento teve algum tipo de instrução e esses pais será que ñ desejaram e orintaram seus filhos para o bem?!?
Não acredito que Deus detenha apenas o poder que nós meros "mortais", temos para educar nossos filhos, mas acredito num Deus tão poderosos para nos dar o livre arbitrio (poder de decisão) nos orientar para o melhor mas aceitar se nossa decisão não for tal qual a que Ele sonhou para um filho seu. Afnal, ñ interessa ter todos sob seu cuidado, orientação e proteção à força...
Ele nos ama como um PAI tal como somos, apesar de ñ aceitar nem amar muitas de nossas atitudes...
E se Ele age assim com seus filhos, imagine com suas criaturas,pois a biblia fala q Lucifer era uma anjo de luz, portanto uma criatura de Deus....

Anônimo disse...

MEU DEUS!!
Concordo plenamente com tudo que você disse nesse post, está perfeito, foi tudo que eu sempre pensei, sempre tentei fazer as pessoas verem as coisas por esse lado, mas elas preferem fechar os olhos e deixar que as coisas que sempre escutamos prevaleçam, reforçando a ignorância que as pessoas têm sobre esse tipo de assunto.

Está ótimo, sem mais, você disse tudo que eu penso aí.

E por um acaso, parabéns pelo seu aniversário

Beijoossss
kyo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...