sábado, 5 de junho de 2010

POBREZA


A pobreza tem um triste poder.

Além de ser um problema econômico e social torna-se, para muitos, um estado de espírito.

A pobreza gera a ignorância.

A ignorância transforma a alma de homens em instintos de animais.

Destroe a pele, o corpo, o sorriso, os sonhos.

A vida fica curta.

Não há horizontes, só os limites onde a vista alcança, determinado por paredes, grades, tábuas e muros.

Quando não há esses limites materiais, é ainda pior, vive-se estrangeiro, em um vasto mundo que se bloqueia nos limites internos de cada um.

O sofrimento que a pobreza imprime constroe seres alienados, seres inertes, seres indomados, que se auto-destroem ou destroem aos outros.

A quem interessa a pobreza alheia?

Certamente a nenhum sábio, mas a uns poucos que se julgam espertos, que detêm riquezas as quais nem conseguem usufruir.

Vendo esses homens, podemos concluir que a riqueza, tal qual a pobreza, é capaz de nos destruir, de transformar a alma em instinto, de igualhar a vantagem dos que tiveram tantos conhecimentos adquiridos a ignorância dos que nunca conseguiram tê-los.

Pobreza humana é o que temos, simplesmente, quando nos encontramos em qualquer um dos dois extremos.

6 comentários:

Chimarrão disse...

AMIGA IVANA!! VOCE DESCREVE COM RIQUEZA DE DETALHES A POBREZA QUE EXISTE EM CADA SER QUE SE AUTO DENOMINA "HUMANO". SÁBIAS PALAVRAS, VERDADEIRAS ACERTIVAS!!! OXALÁ SEJA OUVIDA POR QUEM DETÉM O PODER DE MUDAR ESSA SITUAÇÃO!!!.

GRANDE ABRAÇO!!!

Dani disse...

Muitissimo interessante, e muito real cada palavra dita. Infelimente a humanidade é mais pobre de espirito do que de bens, o que nos deixa cada vez infimos a este mundo!

Anônimo disse...

Amiga companheira, como você escreve bem fiquei encantada com a riqueza da sua poesia,fico féliz poe ser amiga de uma pessoa tão espirituosa...que deus te ilumine sempre...parabéns por sua sabedoria.

ivana disse...

Minha querida cada dia vc me surpreende mais,realmente é a realidade.Se as pessoas se amassem mais as coisas seriam diferentes. Infelizmente vivemos numa sociedade cruel,onde as pessoas cuidam apenas de seus próprios interesses,não leva em conta o amor,a caridade,a humildade.Vamos orar,na esperaça de dias melhores para todos.

Anônimo disse...

Muito bom o texto, mais um né?
Pois é, os extremos são perigosos, por isso temos que pedir sabedoria a Deus, pra sabermos viver (bem0 com o que temos, se formos bons mordomos, saberemos com certeza desfrutar do melhor sem egoismo!

Um xero bem grande minha irmã escritora, sou tão orgulhosa de ter uma irmã assim...XERO!

Lusinez

Paul Law disse...

Ótima reflexão... Um abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...