quinta-feira, 11 de novembro de 2010

QUEM NÃO SE APAIXONA POR BEBÊS?


Como qualquer mãe, quando Gigele apareceu grávida fiquei muito preocupada.
Quando ela estava parindo fiquei muito apreensiva e com dó do seu sofrimento.
Como qualquer avó, quando os bebês nasceram fiquei babando.
Quando abriram os olhinhos, quando começaram a ensaiar os passinhos, os gritinhos deles aprendendo a latir e  cada novidade  que aparece é uma curtição aqui em casa.
Só fico pensando quando chegar o dia em que vamos ter que doá-los.
Estamos tentando escolher pessoas que amem animais e sejam muito cuidadosas.
Quero acompanhar de longe o crescimento e o futuro dos meus netinhos.
Eles são as coisas mais fofinhas desse mundo. Vejam:

7 comentários:

AC disse...

São uma ternura, Ivana!
Se estivesse mais perto seria candidato a ficar com um. Se fosse aprovado, claro. :)

Beijo :)

lusinez disse...

Foinhos mesmo!!! ERA BOM QUE FICASSEM ASSIM PRA SEMPRE...
ESPERO QUE VC ENCONTRE PESSOAS QUE OS AMEM...

Jeanne disse...

No inicio pensei que estavas falando em bebês,rsrs...
são muito fofos, tomara que encontres logo os papais adotivos...
Beijos

Arissa disse...

Muuuuuitos fofinhos! se tivessem nascidos antes tinha carregado um comigo para virarem Boavistense... rs! Boa sorte com a seleção dos novos papais....

ONG ALERTA disse...

Uma graca, eles sáo muito companheiros, beijo Lisette.

vovo cibernetica disse...

Ivana a sua humanidade é sem limite parece até q ue está falando de criança. Aí está a prova da seu amor .Pensei muito em criar um como combinamos,mas agora pra transportar animais é preciso uma cadeirinha.
Mas eu creio que não vai faltar quem adote os seus netos kkkkk.
Continuo sua fã.

Mossoró 14/11/2010

Marcelo Morais disse...

Olá Ivana! Que coisas mais lindas, não sei nem o que dizer. Imagino a vontade que você estar de ficar com todos.

Ainda falando e cães, bichinhos de estimação, estou querendo publicar algumas postagens no www.bichinhosprecisamdelar.blogspot.com com o relato de alguns tutores que adotaram animaizinhos, e de sua experiência após a adoção (se foi legal, como está sendo, o que significou e etc.). Então, eu gostaria de saber de ti se poderia fazê-lo? Se sim, você poderia me mandar o depoimento por e-mail mesmo. Gostaria de estimular outras pessoas a fazerem o mesmo, especialmente nesse final de ano. Aguardo o seu retorno, tá bom?

O depoimento pode ser curto, ou longo, fica a critério de quem escreve.

Sim, se você topar, poderia mandar algumas fotos deles?

meu e-mail: marcelovelvet@gmail.com

Abração, e tudo de bom pra ti.
Marcelo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...