terça-feira, 10 de maio de 2011

EXPERIÊNCIAS ESPIRITUAIS


E se por acaso eu chegasse a você e lhes confessasse que dentro da minha cabeça tem uma voz que fala comigo?

Sendo você um prático diria que é o meu pensamento.

Sendo um médico diria ser sintomas de esquizofrenia.

Sendo uma criança diria que, com certeza, é o grilo falante.

Se acaso fosse você um evangélico diria, com convicção, tratar-se de Deus se dirigindo a mim.

Um católico carismático confirmaria ser o espírito santo.

Um amigo espírita confortar-me-ia revelando ser as orientações do meu mentor espiritual.

A minha avó diria, devotamente, que era o meu anjo da guarda.

A minha mãe, preocupada, não saberia o que dizer.

E as minhas filhas diriam que eu estou ficando doida.

Pois, seja qual for o julgamento, confesso: - Às vezes ouço uma voz que me fala dentro dos meus pensamentos. - Talvez isso nem lhe cause espanto, afinal, são muitas as pessoas que apresentam algumas experiências espirituais semelhantes. A diferença, talvez, esteja no fato de que eu não busco nomear a origem da voz, para mim, todos acima estão certos (Com exceção do médico e das minhas filhas, estas, têm lá seus motivos para pensar isso de mim às vezes).   

Se isso lhe despertou algum interesse, vou contar-lhes algo que a voz do meu pensamento me revelou. Antes, quero esclarecer o modo como a diferencio do meu pensamento próprio. Ela em muitos momentos é imediata em contrariá-lo, com argumentos que fogem a lógica imaginada por mim ou, em alguns casos, revela-me lições que me deixa perplexa. Houve também situações em que a voz me guiou para situações de socorro às pessoas desconhecidas, nas ruas (Isso depois eu conto detalhadamente, em outra história).

Antes de revelar o que a voz me disse, considero necessário esclarecer a circunstância como tudo ocorreu. Após uma discussão com uma das filhas, por um motivo daqueles bestas, que não sei por que tiram a gente do sério. Coisas do tipo: reclamações de adolescente por causa do seu horário reduzido no computador; dos privilégios que a irmã tem e ela não; de que ninguém a compreende... Essas coisas.

Mesmo, assim, fiquei perturbada. Acho que toda mãe tem uma veia de atriz, pelo menos no meu caso, eu reconheço uma forte tendência para ser dramática. Já vou logo imaginando – Onde eu errei? Por que essa menina é assim?

Nessa hora, a voz me faz voltar em um instante relâmpago para toda a evolução que percorri para chegar até o papel de mãe.  Cobra de mim uma paciência para o aprendizado que enfrenta a minha filha - tal qual eu enfrentei o meu - e leva-me a uma reflexão que antes eu não havia suposto. Ouvi a seguinte lição:

- Está vendo essa situação que lhe aflige neste momento? Imagine que poderia ser algo mais grave. Imagine ainda que em sua casa estivesse tudo bem, que as duas outras filhas não lhes dessem nenhum motivo para preocupação e que apenas uma delas estivesse em situação ruim que a deixasse preocupada. Certamente, seria impossível haver paz para você. Isso acontece – explicou-me- porque vocês pertencem a um núcleo comum. A sua felicidade é completa, apenas, se todas elas forem felizes. O mal que venha a acontecer a qualquer uma lhe atingirá, fatalmente.  – Conduziu-me a uma conclusão – Assim é a vida no planeta. Mesmo que a ligação entre os seres não seja tão evidente quanto a ligação entre mãe e filhas, é preciso compreender que de nada adianta grandiosas conquistas individuais enquanto outros semelhantes agonizam no infortúnio. De um modo ou de outro, vocês estão ligados e, certamente, a sua evolução será atingida pela carência de evolução do seu irmão.

Fiquei pensando nisso. Não sei se faz sentido para você. Também não sei se consegui transmitir direito. Assim, escrevendo, ou contando para alguém, parece tão simplório, em nada se assemelha a sensação de ouvir a mensagem dentro do seu pensamento.

Não se trata de afirmar que eu fosse incapaz de ter eu mesma essa ideia, ela, depois de formada, me pareceu até bem obvia. Eu até ganharia mais crédito divulgando sê-la. Mas, a forma como se formou na minha cabeça é que considero especial, meu pensamento parecia não ser meu naquele momento. Tomara que você me compreenda.

7 comentários:

ariel disse...

E onde vem tanta inspiração hein?!
Vc escreve muito bem!!!PArabéns!

Ivana Maria disse...

Ah, fiquei tão feliz que a minha sobrinha Ariel me visitou e deixou um comentário. Que bom que gostou!
bjs

Remédios disse...

Olá, minha amiga! Parabéns!Eu adoro ler o que vc escreve sabia? Parece aqueles livros que agente fica querendo ler logo a página seguinte,( aquí é o post )e eu acho que essas experiências sempre acontece mas muita gente tem receio de falar por medo de críticas ou preconceito...Alguns dizem que é a consciência- ego e super ego, outros dizem que é espirutual, enfim seja o que for, a verdade é que muitas vezes essas vozes ou "avissos" são bem providenciais e nos livram de situações até perigosas e nós com a correria do dia a dia quase sempre não percebemos. Um grande bj e obrigada pelo carinho.Recebeu meu email?

vovo cibernetica disse...

Amiga eu concordo com a minha neta Ariel . Voce é inspirada por Deus para escrever e com sertesa essa voz que fala com voce vem tambem Dele já que lhe ajuda a tomar decisões .Pra ser cincera eu gostaria de ter essa esperiencia .Parabens .Um grande abraço . Estava com muita saudade.

Célia Buarque disse...

O que você relata amiga, acontecendo em sua cabeça, eu sinto no coração. Realmente adorei seu post e sempre volto a sua página na certeza de um bom conteúdo para encher meu coração de coisas boas num mundo tão cruel.

Ivana Maria disse...

A minha amiga Waldira deixou esse recado no Orkut: Aconteceu um incidente comigo duas vezes esta semana, escrevi um comentário no seu blog, um não, dois, sobre experiências espirituais, e qdo eu ia postar, não dava certo. Eu fiquei tão furiosa comigo mesmo Ivana, que desisti. Pois, comentar e dá opinião sobre seus artigos, não é tão fácil, haja visto que vc escreve tão bem. Mas, eu estava tão inspirada no dia, que escrevi não só um pequeno comentário, mas, parecia mais uma carta..........rsrsrsrsrs. Esses assuntos dessa natureza são bons de comentar, principalmente qdo estudamos sobre a natureza humana e seus aspectos de um modo geral. Eu ainda vou colocar meu parecer sobre tal assunto viu? hoje não.... me aguarde linda. Xeroooooooooo

UMA SEMANA MARAVILHOSAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!

Coisikas.com disse...

OI, leia meu blog e verás qtas experi~encias magnificas vivencio diariamente.
Baçs e muita luz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...