sexta-feira, 11 de novembro de 2011

POESIA – Se a alma envelhece

                                          A morte
                                            Certeza única
                                         Verdade maior
                                       Reflexão adiada 
                                        enquanto houver estrada
                                      para caminhar
http://colunas.imirante.com/platb/files/248/2008/07/rugas.jpg
Se o corpo envelhecer a alma
O medo paralisa os sonhos
Grisalhos
Enrugados
Trôpegos 
 O Caminho  faz-se
sem recomeço
De pedras e de tropeços
                                          Até nada mais restar

PS. Encontrei essa poesia em uma agenda antiga. Ela foi escrita em 05/09/2009.
  

5 comentários:

Remédios disse...

Olá amiga querida! Que seu fim de semana seja feliz, alegre e de muita paz...parabéns pela linda poesia sobre a velhice. Você como sempre e com sua sensibilidade constante falando da vida de uma forma encantadora. Um grande bj em seu coração.

Ivana Maria disse...

Oi Remédios. Pois é amiga, eu gosto muito deste tema, já reparou né? Adoro os seus comentários. Obrigada por participar. Um grande beijo tb no seu coração.

vovo cibernetica disse...

OI QUERIDA AMEI ESTA POESIA É A REALIDADE DA VIDA. vOCE COMO SEMPRE RELEMBRANDO ESSE ASSUNTO TÃO IMPORTANTE NA NOSSA VIDA UM BEIJO

CMEISAL disse...

Para quem ainda não teve o prazer de conhecer "Vovo cibernetica" tem um blog onde ela trata com maior propriedade e sabedoria deste tema. Um grande abraço, minha amiga.

vovo cibernetica disse...

Obrigada amiga por recomendar aos leitores o meu humilde Blog rsrs. Voce é d++++ Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...