sábado, 3 de dezembro de 2011

APRENDEMOS TAMBÉM COM AS CRIANÇAS E COM OS JOVENS



Dizem que os filhos só reconhecem o verdadeiro valor dos pais quando se tornam pais.

Descobri que o caminho inverso também é verdadeiro.

Não no quesito valor, mas no quesito compreensão, que acredito seja  o termo melhor colocado na questão.

Nós pais, ou adultos em geral, só seremos capazes de compreender nossas crianças e jovens, se fizermos parte do que eles estão vivendo.

Quem nunca tem tempo para brincar com as crianças sempre vai se incomodar com o barulho que elas fazem , com a correria delas e com os brinquedos espalhados.

Quem nunca se atreve a aprender com os adolescentes e jovens a utilizar a internet, nunca vai compreender o fascínio que o prende na tela do computador quando deveria estar estudando, por exemplo.

Não estou defendendo a conivência com os brinquedos espalhados ou com o relapso aos deveres por causa do computador.

O que estou dizendo é: Quem está perto compreende e encontra formas mais sensatas para justificar as determinações e combinar as regras.

A gente consegue, por exemplo, ver sem malicia o bate papo das meninas com os meninos na calçada, quando procuramos conhece-los, quando trocamos algumas ideias com eles. Fica bem mais fácil para mandar entrar, na hora devida.

Outro dia, eu estava navegando pelas redes sociais e assistindo uma das filhas na twitcam. Observei no meio da conversa, muito legal por sinal, havia pelo menos dois caras mandando mensagens obcenas.

Me dirigi até o quarto onde ela estava fazendo o vídeo e expuz a minha opinião a respeito, além do comentário que eu já havia postado lá para os rapazes.

A principio, ela tentou justificar que coisas desse tipo normalmente acontecem. Assim, como quem diz: - Você não entendi disso pois não é do seu tempo.

Compreendendo o que intencionava dizer, me adiantei na explicação:
- Você pode até achar que não compreendo, que não é do meu tempo... e tal. Mas, esse é o meu tempo de mãe e, por sorte, aprendi com vocês a utilizar as suas  tecnologias e as transformei em mais uma ferramenta de interação. Assim, aprendo com vocês sobre o que acontece e a minha experiência permite ensinar o  “porque acontece” e “Como agir corretamente” em determinadas situações.


10 comentários:

AC disse...

Pim!
Certeira, Ivana, é isso mesmo. Quem se alheia das coisas e delega cegamente em esquemas de vida adquiridos dificilmente entenderá o que se passa à sua volta. Daí à rezinguice...!

beijo :)

Ivana Maria disse...

Meu querido AC, a gente pode não saber sempre, com certeza, quais são os caminhos certos, mas se dermos espaço também para a nossa intuição e sen. sibilidade, a razão tem mais condições para acertar. bjs Obrigada pela participação.

Matezinho Gaucho disse...

Com certeza Ivana!!! os filhos têm muito a ver com tudo o que nos envolve, afinal são nossa razão de ser, nos momentos bons e ruins, nas decisões e nos compartilhamentos. Eles fazem de td + são nossos filhos e isso basta!! bjs!!

vovo cibernetica disse...

Oi amiga essea é mais uma postagem sua com experiencia tanto com criança comom com adolessentes . Eles nos encinam a entender as coisas que como diz eles :Não são do nosso tempo .
Eu bem sei disso . Parabens pela linda postagem.Um abraço.

Ivana Maria disse...

Quero agradecer a participação de Matezinho Gaúcho e da Vovó cibernética, ambos contribuíram de acordo com as suas experiencias de pai, mãe e avó. Filhos são mesmo uma benção e uma fonte de aprendizagem para nós. Beijos.

Néia Lambert disse...

Ivana, seu texto me fez pensar no quanto cada idade tem coisas interessantes a nos ensinar. Basta ter paciência para observar, ouvir e aproveitar o que de bom cada um tem na sua experiência de vida.

Beijos

Ivana Maria disse...

É verdade, Néia. Sabe? Eu descobri que a gente se renova convivendo com os jovens e, principalmente, com as crianças. bjs minha querida. obrigada pela participação aqui.

Célia Buarque disse...

Realmente, tanto ensinamos como aprendemos com nossos jovens. Bela postagem. Um Feliz Natal e muita Paz para você e sua família em 2012.

Remédios disse...

Olá amiga querida!
Estou sumida, devido a uns probleminhas... Desejo-lhe muito amor e grande alegrias neste natal. Bjs em seu coração.

Remédios disse...

Amiga querida, estou sentindo falta de vc aquí e creio que outras pessoas também, afinal como podemos ficar sem nossa poetisa por tanto tempo? Pense nisso, viu? Que seu ano novo seja repleto de grande alegrias e amores especiais...rsrsrsrs Saúdeee! Bjs em seu coração. Estou com saudades de você.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...